quinta-feira, 25 de julho de 2013

720 Novas casas do "Minha Casa, Minha Vida", foram sorteadas em Jequié

Dona Nilzete Santos foi a primeira sorteada
Futuros mutuários da Caixa Econômica Federal participaram do sorteio de 500 unidades do Conjunto Habitacional Cachoeirinha I (24) e 220 unidades do Conjunto Habitacional Cachoeirinha II (25). Os cadastrados chegaram cedo ao Teatro Municipal de Jequié para participar dos sorteios organizados pelos funcionários da Caixa Econômica Federal (CEF) e da Diretoria de Habitação. A analista da CEF, Lucélia Nunes, ministrou palestra explicativa para auxiliar os beneficiários do programa Habitacional “Minha Casa Minha Vida”, do Governo Federal e oferecer orientações.  
Marcos Sampaio, diretor de Habitação, falou da importância de concretizar a entrega destes imóveis para as pessoas que não tem casa própria. “A maior recompensa nossa é ver a alegria de todos vocês”, disse. Marcos Sampaio informou ainda que os sorteados podem as vistorias dos imóveis a partir desta quinta (25), junto a Construtora Falção & Garrido, e tem os dias 13, 14 e 15 de agosto para assinarem os contratos junto a CEF.  
Segundo o diretor de Habitação, o Município, junto com a Caixa Econômica Federal, entregará ainda este ano mais outros conjuntos habitacionais do programa “Minha Casa Minha Vida”, a exemplo da Residencial Colina (setembro), e do Residencial Campo Belo (dezembro), com cerca de mil unidades. “Pelo adiantamento das obras, no primeiro semestre de 2014, entregaremos os conjuntos habitacionais Parque do Sol (Jequiezinho), Residencial Vidas Jequié (Curral Novo), e para o segundo semestre/2014 o Residencial Vida I e II (Baixa do Bomfim).
A prefeita Tânia Britto tem dedicado grande atenção na orientação das equipes fiscalizadoras para inibir a revenda destes imóveis pelos proprietários, fato que é ilegal. O setor de Habitação tem tomado providencia junto à Caixa Econômica Federal para que os casos sejam investigados e a as providencias tomadas. “A comercialização das casas do Programa “Minha Casa Minha Vida” é ilegal e medidas estão sendo tomadas para evitar estas ocorrências. Este é um programa que beneficia quem precisa de moradia. Quem comercializa não precisa destas casas” enfatizou Marcos. Veja mais fotos aqui!